Agressor de Bolsonaro portava cartão de crédito internacional

A Polícia Federal de Juiz de Fora apreendeu com o agressor  que tentou assassinar Bolsonaro, Adélio Bispo de Oliveira, portava um cartão de crédito internacional do banco Itaú, no momento em que foi capturado, espancado e preso.

Também foram apreendidos com Adélio vários extratos impressos do Itaú e da Caixa, todos em seu nome.

Em seu poder, foi apreendido um celular. No quarto da pensão onde permaneceu de tocaia durante 10 dias, foram localizados outros três celulares e um notebook. No interrogatório, o agressor de Bolsonaro disse estar desempregado –seu último emprego teria sido como garçom em Florianópolis.

Resultado de imagem para cartao itau internacional

Imagem Ilustrativa
Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *