6 de novembro de 2017

Arte de cuidar, arte para viver

Por Natalino Salgado Filho* Natalino Salgado observa que a arte na formação médica tem o propósito de humanizar A palavra medicina é originária do latim, ars medicina, que significa, literalmente, a arte de curar. Pergunto-me se ainda cabe o sentido de arte na medicina do século XXI. Na primeira metade do século, passado olhava-se o médico como alguém que detinha um saber e o exercia com arte. Os jornais dos anos 1920-30 registravam ações médicas com assombro e o exercício curativo quase como um ato sobre-humano. À medida que os serviços de saúde se tornaram mais acessíveis a um maior número de pessoas, o aumento da tecnologia utilizada nos hospitais tornou o médico um manipulador de equipamentos sofisticados e a mudança do perfil das doenças se alterou das epidemias infeciosas para cronicidade, quase que resultante dos estilos de vida das pessoas. Por essa perspectiva, a ideia de arte médica aparentemente caiu em desuso, perdeu-se parte da admiração reverente. A medicina moderna é fascinante, não há dúvida, desde a incrível capacidade de detectar uma infinidade de problemas de saúde, operações robotizadas e realizadas à distância. Com as vacinas, sinalizou-se para a cura […]
Facebook
Twitter
Instagram
31 de outubro de 2017

Uma homenagem aos 500 anos da Reforma protestante

O rei protestante Henrique IV e a fundação de São Luís Por Antonio Noberto São Luís nasceu como a capital da sonhada França Equinocial, empreendimento francês no norte do Brasil que objetivava colonizar um terço ou metade do território brasileiro atual, sendo do Ceará ao Amazonas. O ousado projeto colonizatório junto à Linha Equinocial (a Linha do Equador) contava com a simpatia e incentivo de ninguém menos que o rei protestante Henrique IV de Navarra, o chefe da dinastia dos huguenotes, que só assumiu o trono francês após abjurar o protestantismo e se declarar católico, ocasião em que proferiu a famosa frase “Paris vale mais uma missa” (Paris vaut bien une messe). O casamento com a católica Margarida de Valois foi o primeiro passo para se tornar um dos reis mais amados e reconhecidos de toda a Europa. A conversão ao catolicismo se mostrou, na verdade, uma estratégia política de sucesso para conquista e manutenção do poder, pois o coração e as ações do “Rei bom” continuavam no propósito de pacificar a França e valorizar o poder huguenote. Vendo o Massacre dos seus aliados protestantes da Noite de São Bartolomeu, […]
Facebook
Twitter
Instagram
28 de outubro de 2017

Feira do Livro de São Luís-FeliS 2017: ajustes finais para o maior evento literário do Maranhão

A 11ª edição da FeliS terá como patrona a escritora maranhense Maria Firmina dos Reis. Maria Firmina dos Reis e a Literatura Feminina: esse é o tema do maior evento literário do Maranhão, a 11ª Feira do Livro de São Luís (FeliS), que acontecerá de 10 a 19 de novembro, no Centro Histórico, com uma programação que envolverá palestras e apresentações culturais, lançamentos de livros, exposição, espaço infantil e uma série de atividades literárias com convidados de renome nacional. A 11ª edição da FeliS terá como patrona a escritora maranhense Maria Firmina dos Reis, primeira escritora negra do Brasil e primeira autora de romance abolicionista em toda a língua portuguesa, que este ano completa 100 anos de falecimento. A cada edição, a FeliS é organizada em torno de uma temática construída coletivamente entre as diversas instituições parceiras na formatação do tema, definição do nome de patrono, homenageados, eixos temáticos, planos de divulgação, apoio institucional, estratégias de viabilização, projeto arquitetônico e ambiental. Esse ano, a maranhense que passou por cima de barreiras e preconceitos, e deixou sua contribuição para a literatura feminina do Brasil e do mundo, Maria Firmina dos Reis […]
Facebook
Twitter
Instagram
27 de outubro de 2017

AMEI faz mostra do filme Glamour com roda de conversa…

Associação Maranhense de Escritores Independentes promove sessão especial do curta-metragem maranhense neste sábado, a partir das 19h, em seu Espaço Cultural, no São Luís Shopping A Associação Maranhense dos Escritores Independentes (AMEI) promove neste sábado, 28, mostra do filme “Glamour-Glória e Tragédia, com a presença do roteirista Marco Aurélio D’Eça. O evento, que terá também bate-papo com o elenco, está marcado para as 19 horas. A AMEI é uma associação que reúne artistas, escritores e intelectuais para debater temas da cultura maranhense, com um Espaço Cultural no Shopping São Luís, onde há livros, peças de arte e documentos de autores do estado. Lançado na semana passada, com avant-première no Cine Praia Grande, “Glamour-Glória e Tragédia” ficará em cartaz até o dia 1º de novembro, com sessões às 19h30.
Facebook
Twitter
Instagram