Quem é quem na disputa pela Prefeitura de São Luís…

EDUARDO BRAIDE SEGUE FIRME NA LIDERANÇA EM SÃO LUÍS, mas ainda precisa definir futuro partidário e estrutura política

Primeira pesquisa de intenção de votos sobre a corrida sucessória na capital maranhense – faltando ainda 21 meses para o pleito – mostra quem tem chances e quem deve patinar até outubro de 2020

O blog de Diego Emir trouxe nesta segunda-feira, 11, dados da primeira pesquisa de intenção de votos sobre a eleições municipais de 2020 em São Luís.

Realizado pelo Instituto Conceito, o levantamento aponta dados já esperados e algumas surpresas. O blog Marco Aurélio D’Eça analisa agora os principais nomes.

Eduardo Braide (PMN): O deputado federal mostra-se consolidado, com índices que chegam a até 60% das intenções de voto – além de manter o favoritismo na espontânea. Caberá a Braide garantir a estrutura político-partidária; caso contrário, pode virar em 2020 o que foi Eliziane Gama (PPS) em 2016;

Wellington do Curso (PSDB): O parlamentar aparece bem entre os primeiros colocados; mas terá que vencer a desconfiança do eleitor em relação ao seu preparo técnico – que o tirou do segundo turno em 2016 – e garantir que terá a legenda tucana para a disputa;

Bira do Pindaré (PSB): é o principal nome da base governista até agora, com índices variando entre 11% e 15%; mas carece de carisma e do apoio dos demais partidos ligados ao governo Flávio Dino (PCdoB), alguns dos quais nutrem intransponível antipatia ao seu nome;

Duarte Júnior (PCdoB): uma das surpresas do levantamento, o deputado estadual do PCdoB mostra fôlego próprio, já que não tem – pelo menos até agora – sinalização de nenhuma liderança do seu grupo. Na disputa direta com Pindaré, Duarte tem a vantagem do carisma popular;

DENTRE OS CANDIDATOS GOVERNISTAS, NETO EVANGELISTA É O ÚNICO capaz de reunir o apoio de todas as lideranças do grupo

Neto Evangelista (DEM): Tecnicamente empatado com Duarte Júnior, o deputado estadual do DEM pode ser a esperança do grupo liderado por Flávio Dino e pelo prefeito Edivaldo Júnior (PDT), já que reúne a simpatia de todas as lideranças.

Osmar Filho (PDT): o desempenho do presidente da Câmara Municipal reforça a ideia de que o partido do senador Weverton Rocha terá mesmo que buscar outras alternativas se quiser se manter no poder na capital maranhense. A tendência é que os pedetistas apoiem outras candidaturas;

A pesquisa Conceito traz também dados importantes na pesquisa espontânea.

A presença da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) e da senadora Eliziane Gama mostram que elas mantém seu nicho eleitoral em São Luís, independentemente dos últimos resultados.

Outra constatação: os deputados Adriano Sarney (PV) e Rubens Pereira Júnior (PCdoB) terão imensa dificuldades de se viabilizar.

Mas, repita-se, ainda faltam mais de 20 meses para a eleição…

Fonte: blog Marco Aurélio D’Eça

Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *