CFC e CRC silenciam sobre atendimento diferenciado para advogados e contadores na RFB

Profissionais da Contabilidade estão, como se diz no popular, num mato sem cachorro. De acordo com vários amigos que operam no ramo da accouting, a classe está desassistida, sem representação.
 As reclamações vão desde atendimentos em órgãos municipais, como é o caso da SEMFAZ em São Luís, onde profissionais da Contabilidade que são quem de fato alimenta de informações a referida secretária tem que ter bolas de cristais para saber e entender modificações e resoluções da noite para o dia – além de uma demora massante no atendimento – como também na esfera federal, como é o caso da Receita Federal.
Neste último, os advogados tem atendimento mais respeitoso e impõem moral por parte da RFB, diferente dos contadores. No caso, a OAB conseguiu fazer com que advogados não precisem agendar atendimentos, diferente dos profissionais da Contabilidade. Algo ilógico e sem nexo, uma vez que quem alimenta mais a Receita Federal do Brasil de informações são os contadores, e não advogados.
 Seria bom que o Conselho Federal e Regional de Contabilidade estudassem uma forma de resolver essa problemática. Toda a classe agradece…
Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *