Jogada errada de Dino afasta aliados e infla nome de Eduardo Braide

Políticos mais lúcidos ligados ao comunista tentam reaproxima-lo do ex-governador Zé Reinaldo com o objetivo de corrigir o erro e evitar um revés que pode enterrar sua reeleição.

Uma jogada errada patrocinada pelo governador Flávio Dino (PC do B) e alguns de seus consultores mais próximos resultou em um revés que, de uma só vez, afastou do seu campo de dominação políticos que, até a última sexta-feira, não enxergavam outra possibilidade que não fosse apoiar a reeleição do comunista este ano.

Eduardo Braide

Mais: inflou, sobremaneira, a pré-candidatura do deputado estadual Eduardo Braide (PMN) que, hoje, mesmo ainda não tendo sido posta oficialmente, já é vista como alternativa sólida para contrapor o projeto de poder de Dino e angariar apoios dos chamados descontentes com o governo.

O governador e o seu núcleo político não conseguiram mensurar o estrago que seria causado com o rompimento do ex-governador e atual deputado federal, José Reinaldo Tavares (sem partido), que no último sábado, após meses ininterruptos de humilhação dentro do grupo governista, resolveu anunciar que pretende trabalhar outra via com o objetivo de viabilizar sua candidatura ao Senado.

O golpe foi sentido imediatamente. No ato de filiação do vice-governador Carlos Brandão ao PRB, horas depois da confirmação do ex-governador, o clima era de apreensão, desânimo e até arrependimento.

Zé Reinaldo passou todo o fim de semana recebendo de políticos das mais variadas vertentes – dentre eles prefeitos e prefeitas; deputados estaduais; e deputados federais – declarações de apoio, sendo que muitos deixaram claro que seguirão com ele nesta nova frente aberta.

O próprio Braide tratou de publicizar, mais uma vez, o seu desejo em ter o ex-governador como a prioridade na chapa senatorial que estará atrelada ao seu projeto de chegar ao Palácio dos Leões.

Até mesmo políticos considerados sem coragem e totalmente submissos as ordens de Flávio Dino resolveram se movimentar.

É o caso do deputado federal e também pré-candidato ao Senado, Waldir Maranhão (Avante).

Através de seus satélites na imprensa, Waldir enviou recados claros ao comunista revelando a sua intenção de desembarcar no novo projeto que começa a ser construído por Zé Reinaldo.

No Palácio dos Leões, alguns aliados mais lúcidos de Flávio Dino avaliam que ainda é possível trazer de volta o ex-governador para base de apoio do governo, dando a ele a segunda vaga na disputa para Câmara Alta.

Para isso, pretendem promover um encontro entre o governador e Zé Reinaldo no sentido de conversar francamente, aparar as arestas e tentar corrigir o erro cometido.

Se irão conseguir, somente os próximos capítulos desta novela política irão mostrar.

Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *