Seleção de Bequimão é vice-campeã da I Copa Conguarás

A seleção de Bequimão disputou com a equipe de Bacuri a final da Copa Conguarás, na tarde do domingo (15). A partida aconteceu no Estádio Municipal Osvaldão, na cidade da seleção adversária.

Mesmo jogando bem, o time bequimãoense não conseguiu segurar a pressão da seleção de Bacuri, que chegou a fazer 2×0 no placar. Bequimão só conseguiu diminuiu a diferença no final do jogo, quando não havia mais tempo para empatar a partida.

Com o estádio lotado de torcedores, o time da casa esteve bem melhor no jogo deste a primeira etapa, que fechou empatada em 0x0. No segundo tempo, a seleção de Bacuri voltou mais forte e conseguiu fazer 1×0, o que desequilibrou psicologicamente os jogadores de Bequimão. O técnico Beato Lopes ainda fez algumas mexidas, para dar mais gás ao time e conseguiu, mas não foi o suficiente. A seleção de Bacuri sagrou-se como a primeira campeã da Copa Conguarás de Futebol.

A seleção de Bequimão ficou com o vice-campeonato e com a certeza de um trabalho feito com responsabilidade. A equipe recebeu apoio do prefeito Zé Martins, que tem incentivado bastante o futebol bequimãoense.

Para o jogador Zequinha, que deixou o gramado bastante emocionado, o trabalho precisa continuar. “Vontade e empenho não faltaram aos jogadores. Nos doamos durante os 90 minutos, mas infelizmente não conseguimos a vitória”, desabafou o jogador.

O jogador Real também deixou o gramado bastante emocionado, mas destacou a garra da equipe dentro de campo. “Infelizmente, apenas uma seleção tinha que vencer. A gente perdeu o jogo, mas entramos para a história do futebol de Bequimão. Há 20 anos nossa seleção não chegava em uma final de campeonato. Agora é levantar a cabeça e dar continuidade ao trabalho. Temos agora o Campeonato Intermunicipal e, se Deus quiser, vamos buscar o título”, disse o atleta.

É bom lembrar que o trabalho está sendo feito pelo técnico Beato Lopes há apenas 4 meses e com atletas genuinamente bequimãoenses. Desde que chegou ao município, Beato foi categórico ao dizer que queria trabalhar apenas com jogadores da terra, para resgatar a força do futebol local. Em seu planejamento, a proposta é formar uma base para futuramente disputar títulos. O resultado foi imediato, com a equipe chegando à grande final.

PRÊMIO DA COPA

A premiação da I Copa Conguarás aparentemente era bastante atraente, mas neste domingo (15) se transformou em decepção aos participantes e principalmente ao campeão do torneio. No final do Jogo, apareceram troféus e medalhas ralés doadas pela Secretaria de Esporte e Lazer do Estado (Sedel). Segundo a imprensa que fazia a cobertura da partida, os troféus são de péssima qualidade, o que seria uma falta de respeito com os municípios participantes.

Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *