23 de Maio de 2018

Com muito entusiasmo foi instalada a Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense – ALCAP

Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense – ALCAP Na segunda feira dia 20 de maio, foi instalada a Academia de Letras, Ciências e Artes Perimiriense – ALCAP, Uma iniciativa significante para o município que dispõe de poetas, cantores de bumba meu boi, escritores, professores de qualidade e muitos outros amantes da cultura e das artes. Reunir esses talentos foi tarefa do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense, para o qual se tornou um dever inadiável, com foco no incentivo a produção da cultura, das ciências e das artes ao consumo local e do mundo. Os primeiros passos foram dados, numa demonstração de que, ali, se encontra inerte um conhecimento que precisa, urgentemente, ser compartilhado com uma geração que haverá de voltar seu olhar para o futuro, com o que há de melhor de sua gente. E a Academia está, agora, de fato e de direito, a fazer acontecer com humildade, conhecimento e segurança quaisquer conteúdos literários, artísticos e culturais dos perimirienses. Os confrades ficaram lisonjeados com a participação do Engenheiro Itaquê Mendes Câmara, neto do primeiro Intendente, da então Vila de Macapá, Inácio de Sá Mendes. O município foi emancipado […]
Facebook
Twitter
Instagram
14 de Maio de 2018

Adquira já os seus exemplares dos livros “SERÕES NA BAIXADA DO MARANHÃO e NA ASA DE UM COLIBRI”!

É com grande satisfação que venho convidar você a se deleitar com a leitura de uns bons livros, vá na LIVRARIA AMEI, do Shopping São Luís, ou na LIVRARIA DO ADVOGADO, do Tropical Shopping, em São Luís do Maranhão/Brasil, e adquira SERÕES NA BAIXADA DO MARANHÃO e NA ASA DE UM COLIBRI, de Gracilene Pinto. Autora das obras, Gracilene Pinto SERÕES NA BAIXADA DO MARANHÃO, que faz uma abordagem voltada para o serão familiar e porta de rua como importante fator de transmissão histórico cultural, é uma leitura leve, hilária e gostosa, verdadeira cópia escrita dessas reuniões pitorescas que aconteciam cotidianamente na Baixada do Maranhão e que se tornam cada vez mais raras em razão da falta de tempo, do progresso tecnológico e do aumento da violência na região, como no mundo todo. Conforme assinala na orelha do livro o Advogado e Professor Flavio Andrade Braga: ” SERÕES NA BAIXADA DO MARANHÃO é mais que uma coletânea de crônicas. É um resgate histórico cultural realizado através de um passeio atemporal por essa fantástica região de natureza exuberante e povo singular e hospitaleiro, que é a Baixada do Maranhão. É realmente […]
Facebook
Twitter
Instagram
11 de Maio de 2018

São Luís do meu imaginário: Reminiscências

Por: José Lemos* “Você está ouvindo a mais poderosa emissora do Norte e do Nordeste do Brasil. ZYF23, ZYF24, Rádio Difusora do Maranhão. 44° 18′ a Oeste de Greenwich, 2° 32′  ao Sul do Equador. Ondas médias, Curtas e Tropicais…” RÁDIO ANTIGO Era mais ou menos assim que se ouvia no vozeirão empostado de  o anúncio de que estávamos sintonizados na emissora de maior audiência de São Luís, e do Maranhão, do final dos anos sessenta e inicio dos anos setenta.  As emissões em Frequência Modulada (FM) ainda não haviam chegado à nossa terra. Apenas existiam nos grandes centros do  Sudeste do Brasil. Além da Difusora, havia as Rádios Ribamar, Timbira, Gurupi e, bem depois, a Educadora. Além de Fernando Sousa, outros radialistas que fizeram história foram Murilo Campelo, que era piauiense (Rádios Atrações MC), Zé Branco, Guioberto Alves, Herbert Fontenelle, Mauro Campos, Rui Dourado, Leonor Filho, Jafer Nunes, Florisvaldo Sousa… Aos domingos às noites tinham as “paradas de sucesso”, onde se ouviam as 40 músicas mais tocadas durante a semana.  Uma  cópia de um programa famoso das rádios americanas de então (que ainda existem nos dias de hoje, de […]
Facebook
Twitter
Instagram
7 de Maio de 2018

Festa do Divino de Alcântara começa na quarta-feira (9)

No Maranhão, a cidade histórica de Alcântara abriga uma das maiores festas do Divino Espírito Santo. Misturando o sagrado e o profano, a edição de 2018 do tradicional festejo do Divino de Alcântara será realizado a partir da próxima quarta-feira (9) e segue até o dia 20 de maio. O evento tem o apoio do Governo do Maranhão, por meio da Secretária de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), com o montante de R$ 300 mil. O recurso será utilizado para custear os 12 dias de festa, contemplando tanto a parte religiosa, com rituais dos festeiros, quanto a parte profana, que contempla grandes shows na Praça do Pelourinho. A expectativa é que mais um ano a festa do Divino encha os becos, as ruas antigas e os casarões de Alcântara com pessoas, sentimentos e diversidade cultural, em especial pela peculiaridade que a distingue de outras festas. Até o dia 20 de maio quando encerra o evento, Alcântara será tomada pelo clima das festividades, o que inclui a realização de missas, hasteamento de dois mastros (da Imperatriz Rita de Cássia Fonseca e da mordoma Régia Maria da Graça Oliveira Lacerda), ladainhas, […]
Facebook
Twitter
Instagram