Eleição para prefeito de Rosário terá disputa acirrada, entre Calvet Filho e Jonas Magno mostra mudança de cenário

CALVET FILHO E JONAS MAGNO.

A corrida para o cargo de prefeito de Rosário, cidade da Região do Munim no Maranhão, será acirrada, segundo aponta as mudanças de cenário, mediante ao apoio da atual prefeita Irlahi Moraes, que até o momento não sabemos se foi boa para o candidato Jonas Magno, ou se foi ruim, já causando o rompimento da ligação do grupo de Willame Anceles com o Jonas Magno, devido o não aceitamento do grupo de Willame de não se unir com a prefeita Irlahi.

É claro e notório que a disputa vai ser entre os dois jovens Calvet Filho e Jonas Magno, que são os dois futuros políticos para comandar a cidade de Rosário, de um lado o grupo da prefeita Irlahi, de outro lado o grupo do líder Willame Anceles, que sempre apoiou o governador Flávio Dino, que segundo o levantamento o governador não vai se meter nesta disputa devido a influencia dos dois grupos, sendo do lado de Jonas Magno tem seu pai bem conceituado e de boa amizade com o governador Flávio Dino, do outro tem Willame Anceles, que participou do inicio do projeto de esquerda de Flávio Dino, e até hoje vem sendo fiel em seu apoio ao governador Flávio. Então resta saber em quem a população rosariense vai eleger.

SOBRE O APOIO DE IRLAHI MORAES

As mudanças de planos da atual gestora do município Irlahi Moraes, que decidiu apoiar a candidatura do seu sobrinho e o seu ex-adversário político o vereador Jonas Magno (PDT). Essa postura da prefeita intensificou o embate e levou o ex-vereador Willame Anceles a abandonar o grupo de Jonas Magno, e declarar apoio à candidatura de Calvet Filho que provavelmente terá como vice Cláudia Anceles esposa de Willame.

O que todos se perguntam é sobre o futuro do ex-secretário Valter Costa que era o escolhido da prefeita Irlahi, sendo que o atual presidente do PSDB partido de Valter, Alaim Tavares já declarou que vai com Jonas Magno, o que encerraria de vez a sua candidatura. Com isso fica as expectativas sobre o que ainda falta acontecer na política rosariense. É aguardar pra ver.

Via Portal do Munim
Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *