Microempreendedores individuais terão consultoria gratuita na Jucema

Consultoria gratuita será ofertada, a partir de agosto, pela Junta Comercial em parceria com o Sebrae-MA (Foto: Divulgação)

Microempreendedores individuais (MEIs) e os empresários com negócios de pequeno porte terão mais um ponto de atendimento para receber orientações sobre como abrir e gerir um novo negócio. A consultoria gratuita será ofertada, a partir de agosto, pela Junta Comercial do Maranhão (Jucema) em parceria com o Sebrae-MA.

As diretrizes e orientações para garantir a qualidade no atendimento aos MEIs e pequenos empreendedores foram repassadas na quinta-feira (31) durante a capacitação online prestada pela equipe do Sebrae. O treinamento contou com a participação dos servidores da Jucema que trabalham tanto na capital quanto nos escritórios regionais do órgão distribuídos em vários municípios maranhenses.

Na abertura do treinamento, o presidente da Junta Comercial, Sérgio Sombra, e o diretor técnico do Sebrae-MA, Mauro Borralho, reforçaram a importância da iniciativa para o fortalecimento da atividade que mais contribui para a geração de emprego e renda. “Essa parceria faz parte de um dos projetos estratégicos da Jucema para 2020 e que tem sido comemorada por todos os envolvidos devido às oportunidades que serão proporcionadas às pessoas que buscarem o atendimento”, enalteceu Sérgio Sombra.

Em todo o Maranhão, já são mais de 123 mil MEIs formalizados. Segundo o Boletim Empresarial da Jucema, entre janeiro e junho deste ano, das 17.607 empresas abertas no estado, 13.279 foram microempreendedores individuais. No geral, as micro e pequenas empresas representaram 98,6% de todas as empresas abertas no Maranhão.

Para o diretor Mauro Borralho a iniciativa possibilita ao Sebrae Maranhão ampliar o apoio aos microempreendedores individuais na capital e no interior. “Nesse momento delicado precisamos fortalecer ainda mais a nossa rede de suporte aos pequenos negócios. É um cenário que exige que todos se reinventem e possam se manter competitivos. A parceria com a Jucema é muito importante nesse processo”, reforçou Borralho.

Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *