MODERNIDADE: Novo portal do Poder Judiciário do Maranhão será lançado no dia 27 deste mês

Com novo design, recursos de acessibilidade, responsividade e integração, o novo portal Poder Judiciário do Maranhão será disponibilizado a partir do próximo dia 27, objetivando facilitar e ampliar o acesso de todos os públicos às informações institucionais da Justiça maranhense. A nova página, resultado de um trabalho de mais de dois anos, foi apresentada nesta terça-feira (7) ao presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Lourival de Jesus Serejo, pelos servidores Antônio Carlos de Oliveira (assessor-chefe de Comunicação do TJMA), Juliana Mendes (Asscom/TJMA) e Paulo Rocha Neto (diretor de Informática do TJMA).

O projeto de desenvolvimento do novo portal foi autorizado pelo ex-presidente do TJMA, desembargador Joaquim Figueiredo, em março de 2018, com o objetivo de consolidar a valorização da Comunicação do Poder Judiciário Estadual. O projeto foi desenvolvido por uma comissão formada pelos servidores das Assessorias de Comunicação do TJMA, CGJ e ESMAM (Juliana Mendes, Roberta Gomes e Irma Helenn) e da Coordenadoria de Sistemas de Informação (Tony Victor Diniz e Isaac Costa Júnior), que coordenaram o trabalho pela Diretoria de Informática.

O trabalho de desenvolvimento da página e do novo Gerenciador de Conteúdo foi integralmente executado pelas equipes da Diretoria de Informática do Tribunal de Justiça do Maranhão.

A nova interface do Judiciário do Maranhão vem renovada em seu design e estrutura, apresentando mais simplicidade e comportamento responsivo a todos os dispositivos móveis de acesso à internet. O portal foi projetado de forma a unificar a presença institucional do Judiciário, apresentando uma estrutura integrada que permite ao usuário identificar facilmente as informações de seu interesse, além de páginas específicas conforme a estrutura organizacional.

ACESSIBILIDADE

Uma das principais necessidades para um novo portal – e a mais urgente – era o funcionamento do site com as ferramentas e aplicativos de acessibilidade. Tornar o conteúdo produzido e disponibilizado pelo Judiciário estadual acessível a todos, incluindo pessoas com deficiência.

O novo portal foi desenvolvido com recursos para ser lido por aplicativos de leitores de tela; audiodescrição das imagens; VLibras – aplicativo que traduz o texto para a Língua Brasileira de Sinais –; alto-contraste e navegação assistida. “A acessibilidade é uma obrigação prevista em Lei, inclusive para os recursos de web e também uma exigência do Conselho Nacional de Justiça para garantir o acesso a todos. Estamos cumprindo com um dever enquanto instituição pública”, afirmou o chefe da Assessoria de Comunicação do TJMA,  jornalista Antônio Carlos de Oliveira.

TRANSPARÊNCIA

Outro importante ponto levado em consideração na construção do novo portal é disponibilização de informações e serviços de forma simples, objetiva e a poucos cliques do usuário. Além de facilitar o acesso de quem navegará no novo Portal do Poder Judiciário do Maranhão, o TJMA conseguirá reunir as informações exigidas no Ranking da Transparência do Conselho Nacional de Justiça em um só local.

A Diretoria de Informática desenvolveu um novo Portal da Transparência, que reúne as informações previstas no Ranking da Transparência do Poder Judiciário, instituído por meio da Resolução CNJ n. 215, de 16 de dezembro de 2015, a exemplo de dados financeiros, orçamentários, de recursos humanos, folha de pagamento, etc.

Dentro do projeto do novo portal, também foi desenvolvido pela Informática do TJMA um novo gerenciador de conteúdo para atender a nova estruturação do portal. Esse novo gerenciador será acessado pelo sistema Sentinela e os servidores que alimentarão conteúdo – nas mais diversas áreas do portal – serão orientados sobre a nova plataforma.

“A Assessoria de Comunicação está preparando um material de auxílio, como tutoriais e treinamentos para os servidores que trabalharão com a inserção de algum tipo de informação no portal, uma vez que vários setores do Judiciário precisam alimentar rotineiramente as informações que fazem parte de suas atribuições específicas, como pautas de julgamentos, atos administrativos, entre outros”, afirmou o jornalista.

TRANSIÇÃO

Durante o período de implantação e adaptação à nova estrutura do portal do Poder Judiciário, os usuários poderão reportar eventuais erros, falhas, inconsistências ou dúvidas para o e-mail portal@tjma.jus.br. Dúvidas ou orientações também podem ser solicitadas junto às Assessorias de Comunicação do TJ, Corregedoria e ESMAM, a depender da matéria de interesse que esteja vinculada a um dos três órgãos.

Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *