‘Eu já adverti o garoto’, afirma Bolsonaro após fala do filho sobre STF

Presidenciável, Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que já repreendeu filho por falas sobre STF

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, disse, nesta 2ª feira (22.out.2018), que já advertiu o filho, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), após declarações feitas no último domingo (21.out), sobre a possibilidade de fechar o STF (Supremo Tribunal Federal). Bolsonaro concedeu entrevista ao SBT.

“Eu já adverti o garoto. É meu filho. A responsabilidade é dele. Ele já se desculpou. Isso [o vídeo] aconteceu há 4 meses. Ele aceitou responder a uma pergunta que não tinha nem pé, nem cabeça, e resolveu levar para o lado desse absurdo aí”, afirmou Bolsonaro.

Eduardo tem 34 anos e foi o deputado federal com a maior votação da história. Em fevereiro, ele assumirá seu 2º mandato.

As declarações feitas em uma aula para concursos públicos em julho deste ano provocaram reações no meio jurídico e entre ministros do próprio Supremo. O decano, Celso de Mello, chamou a afirmação de ‘inconsequente e golpista’.

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes também criticou a frase do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) e disse que o ocorrido deveria ser investigado pela PGR (Procuradoria Geral da República).

Bolsonaro disse ter sido “pesado” com o filho ao dizer, no domingo, que quem fala em fechar o STF deveria ir ao psiquiatra.

“Até fui pesado com o garoto, né? ‘Quem fala isso, tem que buscar 1 psiquiatra’. E ele já assumiu a responsabilidade, repito, se desculpou. E no que depender de nós, obviamente, essa é uma página virada na história”, disse o candidato.

Assista ao comentário de Jair Bolsonaro sobre a fala do filho:

Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *