Boletim de ocorrência contra Eliziane Gama é verdadeiro

Deputada foi acusada de dar “calote” de mais de R$ 30 mil em condomínio

Investigações do Imirante comprovaram a veracidade de um boletim de ocorrência contra a candidata ao Senado Federal pelo PPS, Eliziane Gama. O documento, que vazou no início da semana passada, acusa a Eliziane de calote. No documento a deputada federal é acusada de ter deixado dívidas de condomínio de mais de R$ 30 mil reais. Nos últimos dias o jornalismo do Imirante checou a informação e contatou ser verídico o BO contra Gama. Ele está registrado no sistema da secretaria de segurança pública.

O autor da denúncia foi o ex-deputado Hélio Soares (PR). Na denúncia, o Hélio afirma que emprestou o apartamento para a deputada três anos atrás e que Eliziane Gama ficou responsável pelo pagamento das dívidas de IPTU e condomínio.

Segundo o autor do BO, Eliziane Gama abandonou o imóvel e tem, desde então, se esquivado do pagamento das dívidas e da devolução das chaves do imóvel.

No documento, Hélio Soares afirma que irá executar a deputada judicialmente e que acionará um chaveiro para reocupar o apartamento.

O denunciante foi procurado para esclarecer as denúncias, mas não respondeu às mensagens e não atendeu ao telefone.

REFIS

Eliziane Gama é uma das 25 congressistas que está com prestações atrasadas no Refis – programa que refinancia dívidas tributárias, aprovado pelo Congresso no fim do ano passado. O programa concedeu grandes descontos nos débitos e possibilitou parcelamentos em até 12 anos.

O “calote” foi denunciado pelo jornal Folha de São Paulo no fim do mês passado. O jornal obteve a lista com os devedores por via da Lei de Acesso à Informação.

A VERSÃO DE ELIZIANE

Por meio de nota a deputada federal Eliziane Gama admitiu ter morado no apartamento e confirmou que o imóvel é de propriedade do ex-deputado Hélio Soares.

Eliziane Gama não respondeu como se deu a natureza do negócio (empréstimo/aluguel). Ela informou que os demais questionamentos foram esclarecidos por Hélio Soares em um blog.

Mesmo diante da assertiva de que o Boletim de Ocorrência é verdadeiro, a deputada acusou a notícia der ser “falsa”. Eliziane também assegurou que o condomínio do período que a família da parlamentar esteve no apartamento está pago.

Sobre o débito no Refis, Eliziane informa ainda que está quitado e tem os comprovantes de pagamento.

A deputada também faltou com a verdade sobre o que diz ser o “suposto” débito no Refis. O caso foi amplamente noticiado pela mídia, inclusive com uma reportagem na Folha de São Paulo que pode.

Eliziane não presentou nenhum documento que atestasse suas versões.

Fonte: Imirante
Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *