O Casamento Comunitário em Peri Mirim

Por: Eni Amorim*

Falo em nome da ALCAP (Academia de Letras Ciências e artes Perimirinse); Foi extremamente gratificante sermos convocados pela Meritíssima Juíza, Michele Amorim Sancho Sousa Diniz, que tem título de Cidadã Perimiriense, para ajudarmos a realizar este momento ímpar na sociedade, um belo casamento comunitário como pudemos apreciar… Enquanto academia, nós fomentamos o valor da família em uma sociedade na qual percebemos tantos valores se perdendo…

A Academia recriou um espaço no clube social, no qual ela, “ em síntese”, ilustrou um “Memorial” da identidade do nosso povo; quem visitou o espaço, teve a oportunidade de encantar-se com a nossa história… Rememorar capítulos, ou conhecer um pouco dessa história bem mais remota, como foi o caso de alguns jovens que nasceram em um novo momento…

O que “rolou” nos bastidores do casamento comunitário orquestrado pela Academia:

1. Ajuda na limpeza do Clube;
2. Recriação do Memorial histórico do povo;
3. Doação de lenços às noivas (para enxugar as lágrimas de emoção);
4. Doação dos músicos;
5. Doação dos pajens para entrada dos casais (para quem bem observou: uma menina branca e um menino negro, retratando assim a diversidade racial);
6. Reedição do livro Curiosidades Históricas de Peri Mirim;
7. Sorteio de prêmios doados aos casais por patrocinadores do evento;
7. Repartição e entrega de bolos e refrigerantes aos casais e convidados;
8. Doação de mudas de plantas nativas (sapoti, manga da casa de Jair); plantas ornamentais: (pau-brasil, árvore da felicidade e pimenta). Para serem plantadas, regadas e cuidadas, simbolizando, assim, o mesmo esmero pelo compromisso matrimonial que receberam.

Obrigada a todos os confrades.

* Eni do Rosário Pereira Amorim,  natural de Peri-Mirim-MA, graduada em Serviço Social pela Faculdade Anhanguera. Possui curso de Magistério  (antigo Normal), Curso de Administração (Colégio Pinheirense), Curso Técnico em Segurança do Trabalho (Antigo CEFET – Centro Federal de Educação Tecnológica do Maranhão). Exerce o cargo de Técnico de Segurança do Trabalho na empresa Proativa em São Luís- MA e está Presidente da ALCAP (Academia de Letras Ciências e artes Perimirinse).

 

Facebook
Twitter
Instagram

2 Comentários

  1. Ezequias disse:

    Só não foi mais legal porque o prefeito não casou.

  2. Ezequias disse:

    Só não foi mais legal porque o prefeito não casou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *