O Casamento Comunitário em Peri Mirim

Por: Eni Amorim*

Falo em nome da ALCAP (Academia de Letras Ciências e artes Perimirinse); Foi extremamente gratificante sermos convocados pela Meritíssima Juíza, Michele Amorim Sancho Sousa Diniz, que tem título de Cidadã Perimiriense, para ajudarmos a realizar este momento ímpar na sociedade, um belo casamento comunitário como pudemos apreciar… Enquanto academia, nós fomentamos o valor da família em uma sociedade na qual percebemos tantos valores se perdendo…

A Academia recriou um espaço no clube social, no qual ela, “ em síntese”, ilustrou um “Memorial” da identidade do nosso povo; quem visitou o espaço, teve a oportunidade de encantar-se com a nossa história… Rememorar capítulos, ou conhecer um pouco dessa história bem mais remota, como foi o caso de alguns jovens que nasceram em um novo momento…

O que “rolou” nos bastidores do casamento comunitário orquestrado pela Academia:

1. Ajuda na limpeza do Clube;
2. Recriação do Memorial histórico do povo;
3. Doação de lenços às noivas (para enxugar as lágrimas de emoção);
4. Doação dos músicos;
5. Doação dos pajens para entrada dos casais (para quem bem observou: uma menina branca e um menino negro, retratando assim a diversidade racial);
6. Reedição do livro Curiosidades Históricas de Peri Mirim;
7. Sorteio de prêmios doados aos casais por patrocinadores do evento;
7. Repartição e entrega de bolos e refrigerantes aos casais e convidados;
8. Doação de mudas de plantas nativas (sapoti, manga da casa de Jair); plantas ornamentais: (pau-brasil, árvore da felicidade e pimenta). Para serem plantadas, regadas e cuidadas, simbolizando, assim, o mesmo esmero pelo compromisso matrimonial que receberam.

Obrigada a todos os confrades.

* Eni do Rosário Pereira Amorim,  natural de Peri-Mirim-MA, graduada em Serviço Social pela Faculdade Anhanguera. Possui curso de Magistério  (antigo Normal), Curso de Administração (Colégio Pinheirense), Curso Técnico em Segurança do Trabalho (Antigo CEFET – Centro Federal de Educação Tecnológica do Maranhão). Exerce o cargo de Técnico de Segurança do Trabalho na empresa Proativa em São Luís- MA e está Presidente da ALCAP (Academia de Letras Ciências e artes Perimirinse).

 

Facebook
Twitter
Instagram

3 Comentários

  1. Ezequias disse:

    Só não foi mais legal porque o prefeito não casou.

  2. Ezequias disse:

    Só não foi mais legal porque o prefeito não casou

  3. Eni Amorim disse:

    Foi muito gratificante participarmos desse momento ímpar para Peri-Mirim; ainda mais, rememorar no cantinho da Cultura, tantas coisas que nos fizeram viajar no tempo. Teve pessoas que se emociocionaram tanto ao rever essas lembranças que vieram às lágrimas. Um agradecimento especial à Laurijane Amorim (Nita), que montou o cantinho cultural com muita dedicação e esmero 👏👏👏👏

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *