Saiba onde encontrar chocolate e pescado com melhores preços

O Procon-MA mapeou preços de oito fornecedores de São Luís, de 7 a 22 de março.

Feriados e datas comemorativas são sempre uma oportunidade para impulsionar o comércio e atrair consumidores. E, durante a Semana Santa (de 25 de março a 1º de abril), com todo o apelo religioso, não é diferente. Assim, é preciso ter cautela na hora de ir às compras a fim de evitar gastos desnecessários.

Veja a pesquisa completa

Chocolate

Para quem não abre mão do bom e velho chocolate, após análise de preços, foi constatado que o ovo de Páscoa ao leite 185g, da marca Garoto, obteve a maior variação nesse segmento, com 39,10%. Os preços praticados são de R$ 31,98, nos Supermercados Maciel, e de R$ 22,99, no Supermercado Mateus (Cohama). Outra opção de chocolate com diferenciação acima de 30% é a caixa de bombons sortidos 300g, também da Garoto, que obteve 32,90%. O menor preço foi de R$ 6,99, encontrado no Supermercado Mateus (Cohama). O maior, no Mercadinho Carone (São Cristóvão), custa R$ 9,29.

Pescado

Entre toda a pesquisa, a maior variação de preço chegou a 178,83%, do peixe palombeta, que teve o valor mais alto encontrado no Mercado do Peixe, por R$ 22, e o mais acessível, nos Supermercados Maciel, por R$ 7,89.

Outra diferenciação que pode pesar no bolso do consumidor é da pescadinha, que obteve 73,15%. Após comparação de preços, constatou-se a venda mais barata por R$ 10,39, nos Supermercados Maciel, e a mais cara por R$ 17,99, no Supermercado Félix.

Mercearia

Quanto a produtos diversos, que se inserem na famosa mercearia, outras variações indigestas podem ser encontradas. O maço de cheiro verde, por exemplo, obteve 131,31% entre o maior e o menor preço praticado. O maior chegou a R$ 2,29, no Supermercado Mateus (Cohama), quando no Supermercado Félix foi de R$ 0,99.

Seguindo com a alta variação, destaque também para o quilo da maçã nacional, que chega a R$ 6,65, no Supermercado Félix, e R$ 2,98, nos Supermercados Maciel.

Divergência de preços assegura menor preço

Vale lembrar que, havendo divergência de preço entre o valor anunciado e o valor cobrado pelo estabelecimento, um acordo firmado em 1º de junho de 2015 entre o Procon-MA e a Associação Maranhense de Supermercados (Amasp) preconiza em seu texto no Item 3, Cláusula Segunda, que: “Nas compras no varejo, o consumidor fará jus ao recebimento gratuito de produto ofertado com precificação divergente, limitado a 1 (uma) unidade e, quanto as demais unidades idênticas adquiridas, será assegurado o menor preço no momento da compra”.

Contudo, a eficácia do acordo fica suspensa durante o período específico de vigência e divulgação da pesquisa de preços, até o próximo dia 2 de abril, para o caso de promoções ou reajustes de preços para valores menores que o anterior; para chocolates e itens de Páscoa; e para a promoção “Quarta Feirinha Mateus”, a ser realizada pelo Supermercado Mateus; e o “Feirinha Maciel”, pelo Supermercado Maciel, nesta quarta-feira (28). Caso seja verificada divergência de preços dos produtos, com o valor registrado no caixa maior do que o valor exposto em gôndola, a eficácia do acordo permanece inalterada.

Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *