Governo do Maranhão abre período de inscrição para cursos FICs das unidades vocacionais do IEMA

Lançamento de edital foi feito na segunda-feira (19). (Foto: Divulgação)

O Governo do Maranhão, por meio do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) lançou na segunda-feira (19), edital para 159 cursos profissionalizantes ofertados na modalidade Formação Inicial e Continuada (FICs), e oficinas que serão oferecidos pelo IEMA. No total, serão 44 municípios maranhenses contemplados, elevando ainda mais o número de pessoas capacitadas e aptas para a inserção no mercado de trabalho.

As inscrições tiveram início nesta terça-feira (20), e seguem até a próxima terça-feira (27), para os cursos de FICs, bem como para as oficinas ofertadas que serão realizadas gratuitamente nas unidades vocacionais do Instituto. Os interessados devem comparecer aos locais de inscrição munidos de seus dados pessoais e demais solicitados na ficha de inscrição e apresentar cópias dos seguintes documentos: Carteira de Identidade; CPF e Comprovante de Residência. Os candidatos têm entre os dias 28 e 29 deste mês para realizar a confirmação de matrícula.

O reitor do Instituto, Jhonatan Almada, falou sobre o empenho e o expressivo número de pessoas qualificadas pelo Governo do Estado por meio do IEMA. “O edital do semestre 2018.1 traz mais de 40 cidades do Maranhão que serão contempladas com cursos profissionalizantes com duração de três meses e carga horária que varia entre 160 e 240 horas, com objetivo de oportunizar educação profissional e tecnológica para os maranhenses. Estamos dando continuidade a essa política de oferta que acontece desde o início do governo, quando o IEMA foi criado”, contou o reitor acrescentando que os cursos e oficinas do IEMA têm contribuído com a qualificação de jovens e adultos. “As formações propiciam geração de emprego e renda, com os conhecimentos que são adquiridos, e isso tem gerado um processo de desenvolvimento no Maranhão”, acrescentou.

O secretário-adjunto de Educação Profissional e Inclusão Social, André Bello, também discorreu sobre os impactos positivos que os investimentos feitos pelo Governo do Estado têm gerado nos municípios e suas respectivas comunidades. “Foi aberto o edital com vagas para nossas unidades vocacionais e pólos, que são realizados em municípios parceiros. Onde nós recebemos uma demanda de cursos avaliamos o local e estabelecemos uma parceria com o demandante que pode ser um sindicato, líder comunitário, autoridade política, entre outros. O IEMA está totalmente aberto para receber essas demandas, para que possamos realizar cursos vocacionais que possam impulsionar os arranjos produtivos locais”, contou.

Dentre os muitos municípios contemplados, as unidades vocacionais do IEMA de Arari, Açailândia, Aldeias Altas, Alcântara, Axixá, Balsas, Barreirinhas, Barra do Corda, Bequimão, Cajari, Caxias, Codó, Carolina, Matões, Carutapera, Marajá do Sena, Itinga do Maranhão, Pinheiro, ofertarão cursos que vão desde corte e costura, panificação, artesão em trabalhos manuais, passando por libras, inglês básico, intermediário, eletricista predial, até word avançado e web design. Em São Luis, o IEMA fechou parceria com a Casa da Mulher Brasileira, ofertando o curso de operadora de caixa para mulheres que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *