Fachin nega a Geddel pedido para saber quem foi o cagueta que denunciou bunker dos R$ 51 mi

Ex-ministro havia pedido, por meio de seus advogados, o número do telefone do denunciante anônimo que revelou à PF a existência do apartamento em Salvador aonde foi realizada a maior apreensão da história da corporação

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin negou o pedido da defesa de Geddel Vieira Lima para ter acesso ao número telefônico do cagueta que denunciou a Polícia o “bunker” com R$51 milhões, em Salvador. O indeferimento por parte do ministro foi feito na última quarta-feira (13), e publicado nesta sexta (15) no sistema da Corte.

A solicitação do ex-ministro foi feita no início de novembro. Na petição, Geddel ainda requisitava a identidade do agente policial que recebeu o contato, fato que teria ocorrido em julho deste ano.

Fachin, ao negar o pedido, afirmou que suas atribuições, nesta fase de investigação, são limitadas à supervisão dos atos investigativos e “à deliberação acerca das medidas que exigem decisão judicial”. Para o ministro, a análise sobre a pertinência destes pedidos deve ser submetida a autoridade policial, que cuida da atual fase do inquérito.

Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *