Nenhum banco aparece, e governo adia licitação da folha de pagamento

A Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan) confirmou ontem (8), em nota, que precisou adiar a licitação para contratação da instituição financeira que assumirá os serviços bancários referentes ao pagamento da folha de salários dos servidores ativos, inativos e pensionistas da administração estadual do Maranhão.

O certame deveria ter ocorrido na tarde de terça-feira (7), mas nenhum banco apareceu para apresentar proposta.

“A Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan) informa que a licitação foi declarada deserta, ou seja, nenhuma instituição financeira compareceu. Sendo assim, a licitação será remarcada para uma data oportuna”, diz o comunicado oficial.

Segundo o edital, o governo Flávio Dino (PCdoB) estima conseguir captar no mínimo R$ 215 milhões ao entregar a folha de pagamento do Estado a um novo. Esse é o valor do lance mínimo permitido pelo edital.

Como a disputa será do tipo “maior lance”, é provável que a empresa vencedora pague mais do que o previsto em edital.

Nos bastidores, comenta-se que o Bradesco seria o vencedor. E que o dinheiro arrecadado no certame será usado pelo comunista para honrar o 13º salários dos servidores estaduais.

Agora, sem licitação, pelo menos por ora, não há também esse dinheiro…

Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *