Prefeitura de São Luís e Governo do Maranhão, agora cada um com seu elefante branco!

O Governo do Estado vai realizar na próxima quinta-feira (19) um pregão presencial para a escolha da empresa que irá reformará o Edifício João Goulart, localizado na Avenida Pedro II, onde por muitos anos funcionou a superintendência da Previdência Social. O acordo de cooperação técnica com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) foi assinado nesta segunda-feira (16), pelo secretário de Governo, Antônio Nunes, e o superintendente do órgão, Márcio Itapary.

No local vão funcionar secretarias e outros órgãos estaduais que atualmente geram despesas ao Estado com alugueis, o que vai representar uma economia considerável aos cofres públicos, conforme entendimento do secretário Antônio Nunes. “Desocuparemos prédios que são locados, diminuindo custos e gerando economia para a gestão do Governo do Estado”, acrescenta.

Até aí, tudo bem, se não fosse essa mesma patetice e enganação que aconteceu em 2009, quando o prefeito de São Luís João Castelo anunciou que o antigo prédio do Banco do Estado do Maranhão (BEM), localizado na capital maranhense, seria transformado em centro administrativo da Prefeitura. Na ocasião da assinatura do Termo, o prefeito João Castelo entregou ao representante do banco, a título de indenização, o cheque de R$ 1.543.236, 50.

Já em 2013, o Prefeito Edivaldo Holanda Júnior andou dizendo que o local abrigaria a Procuradoria Geral do Município (PGM), a Controladoria Geral do Município (CGM) e parte da Comissão Permanente de Licitação (CPL).  Porém, até hoje, está sem utilidade alguma e já se encontra depredado. Foram gastos milhões em reformas, e agora vem o governador Flávio Dino falar em reformar esse elefante branco para ocupar secretarias e outros órgãos. O imóvel há mais de 20 anos encontra-se desocupado. O prédio passou por três tentativas frustradas de reforma, sem contar que ali na Praça Pedro II não tem estrutura para receber mais secretarias e órgãos.

Facebook
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *